Sou Concurseiro e Vou Passar
Carrinho (0)

Notícias atualize-se e recomende!

EXCLUSIVO: Depen fará concurso para 1.430 vagas e diretor quer edital em 2017 15/08/2017


O projeto de construção de cinco novas penitenciárias federais, anunciado pelo presidente Michel Temer no início deste ano, impactará na criação de novas vagas no Departamento Penitenciário Nacional. Em entrevista exclusiva à FOLHA DIRIGIDA, o diretor-geral do Depen, Marco Antônio Severo, revelou que o órgão abrirá concurso para 1.430 vagas, sendo 1.300 apenas para agente federal de execução penal - o antigo agente penitenciário federal.

 

O cargo é aberto a quem tem pelo menos o ensino médio completo, além de carteira de habilitação na categoria B ou superior, e garante ganhos de R$6.030,23 já no início da carreira, incluindo a gratificação de desempenho e o auxílio-alimentação, que é de R$458. No topo da carreira, a remuneração chega a R$10.202,50, pelos valores atuais.

 

Diante da expectativa de pelo menos uma das novas unidades prisionais ser entregue já no ano que vem, Severo afirmou que o objetivo é divulgar o edital do concurso ainda em 2017. “Para que a inscrição e o processo de seleção aconteçam no decorrer do ano que vem”, acrescentou. 

 

O diretor-geral justificou a urgência explicando que o processo todo é demorado: “Nós temos dimensionado que entre a publicação do edital e a formatura são 14 meses, porque tem edital, inscrição, seleção e formação.”







Diretor-geral do Depen, Marco Antônio Severo

Severo: Depen quer edital de concurso ainda em 2017


 

Entretanto, para que o objetivo seja alcançado, as vagas a serem oferecidas ainda precisam ser criadas. “Existem várias formas disso acontecer. O nosso desejo é que isso aconteça por meio de medida provisória, para que seja ainda este ano e possamos soltar o edital também este ano”, reforçou Severo.

 

Segundo ele, todo o pedido de criação de vagas e de funções gratificadas para novas unidades (cargos de direção, entre outros) já está pronto no Depen para ser enviado ao Ministério da Justiça e, na sequência, ao Ministério do Planejamento.

 

 


Severo esclareceu que o tema já foi objeto de reuniões na pasta, que encaminhará a criação das vagas. “Não será surpresa para o Planejamento na hora que esse pedido aportar no ministério. Como isso deve ser construído, como isso deve ser apresentado, tudo isso já foi objeto de diversas reuniões com o nosso Recursos Humanos e nossa Diretoria-Executiva.” O diretor-geral ressaltou que somente após a criação das vagas é que haverá a autorização do Planejamento para a realização do concurso. 

 


Vagas também para os níveis técnico e superior


Além de agente federal de execução penal, o novo concurso traz vagas também para técnico e especialista em assistência penitenciária, que completam a estrutura do órgão. Os cargos, de nível médio/técnico e superior, respectivamente, oferecem remuneração inicial de R$4.120,28 (técnico) e R$5.865,70 (especialista).

 

Para esses, serão 130 vagas, sendo 30 de técnico - seis para cada nova unidade - e 100 de especialista. Nesse último caso, serão 90 vagas para as novas unidades e dez para suprir a demanda já existente.

 

Em ambos os cargos, as oportunidades podem ser distribuídas por várias especialidades. No último concurso, em 2015, as chances de técnico foram na área de Enfermagem e as de especialista nas de Farmácia, Pedagogia, Psicologia, Serviço Social e Terapia Ocupacional

 




vista área de penitenciária federal

Sistema penitenciário federal ganhará mais cinco unidades



 

A construção das cinco novas unidades prisionais faz parte do Plano Nacional de Segurança Pública e foi anunciada pelo presidente Temer em meio à série de rebeliões em presídios do país no início do ano.

 

Marco Antônio Severo confirmou que das cinco unidades, duas serão nas cidades de Charqueadas, no Rio Grande do Sul, e Iranduba, no Amazonas. As localidades das demais ainda estão em processo de definição.

Novo curso de formação


Nesta segunda-feira, dia 14, o Depen deu início à formação de cerca de 220 aprovados no concurso de 2015, cujas vagas foram para lotação nas quatro unidades prisionais já existentes, localizadas nas cidades de Mossoró/RN, Catanduvas/PR, Campo Grande/MS e Porto Velho/RO, assim como para a quinta unidade, em Brasília, cuja previsão é de inauguração até novembro deste ano, de acordo com o diretor-geral do Depen.

 


Embora a última seleção ainda esteja em vigor, a quantidade de aprovados não será suficiente para atender às demandas das novas unidades, o que justifica a necessidade de um novo concurso.

 



Notícias

Neste espaço você encontrará notícias mais atualizadas sobre concursos públicos, processos seletivos, vagas de estágio e vagas de emprego, na forma de notícias, artigos, editais e orientações de preparação.