Sou Concurseiro e Vou Passar
Carrinho (0)

Notícias atualize-se e recomende!

CONCURSO TRF1: ATÉ 6.798 PODEM FAZER PARTE DO BANCO DE CONVOCAÇÕES 14/08/2017

O novo Concurso TRF1 oferecerá 116 vagas imediatas, sendo 65 vagas para técnicos (nível médio) e 51 para analistas judiciários (superior). Além disso, 6.798 candidatos podem fazer parte do cadastro para convocações ao longo do prazo de validade.

 

É o que consta no no projeto básico do concurso. No edital é possível visualizar o detalhamento por cargos e cidades. A assinatura do contrato com a Cebrasp ocorreu na quinta-feira, 10.

 


 

TRF-1 oferece 116 vagas imediatas e 6.798 em cadastro 

Vencimentos podem chegar a R$9.736


No total, são oferecidas 65 oportunidades para técnico judiciário nas seguintes áreas: administrativa especializada em segurança e transporte, e área de apoio especializado em taquigrafia. Para esses, os vencimentos serão de R$7.320,28. 

 

Já no nível superior, as oportunidades são para a carreira de analista judiciário nas áreas administrativas, judiciárias, especialidades de execução de mandados e taquigrafia, ambos terão ganhos iniciais de R$11.063,80. Os rendimentos mencionados já incluem o benefício de auxílio-alimentação de R$880.

 











UF CARGOS VAGAS



 
































  analista judiciário - área judiciária 4
  analista judicário - área administrativa 3
DF técnico judicário - área administrativa 21
  técnico judicário - área administrativa - especialidade segurança e transporte  1
  técnico judiciário - área administrativa - especialidade taquigrafia CR



 
































  analista judiciário - área judiciária CR
  analista judiciário - área administrativa CR
AC analista judiciário - área judiciária - especialidade execução de mandados  CR
  técnico judiciário - área administrativa  CR
  técnico judiciário - área administrativa - especialidade segurança e transporte 2



































  analista judiciário - área judiciária 1+CR
  analista judiciário - área administrativa CR
AM analista judiciário - área judiciária - especialidade execução de mandados  1+CR
  técnico judiciário - área administrativa 1+CR
  técnico judiciário - área administrativa - especialidade segurança e transporte CR




































  analista judiciário - área judiciária 3+CR
  analista judiciário - área administrativa 3
BA analista judiciário - área judiciária - execução de mandados  1+CR
  técnico judiciário - área administrativa  11+CR
  técnico judiciário - área administrativa - especialidade segurança e transporte CR



































  analista judiciário - área judiciária 1+CR
  analista judiciário - área administrativa CR
GO técnico judiciário - área administrativa 5
  técnico judiciário - área administrativa - especialidade segurança e transporte  CR
  técnico judiciário - área administrativa - especialidade segurança e transporte CR



































  analista judiciário - área judiciária CR
  analista judiciário - área administrativa CR
MA analista judiciário - área judiciária - especialidade execução de mandado 2+CR
  técnico judiciário - área administrativa  1+CR
  técnico judiciário - especialidade segurança e transporte CR



































  analista judiciário - área judiciária 1+CR
  analista judiciário - área administrativa 1+CR
MG analista judiciário - área judiciária - especialidade execução de mandado 7
  técnico judiciiário - área administrativa 9
  técnico judiciário - área administrativa - especialidade segurança e transporte  2




  































  analista judiciário - área judiciária 5
  analista judiciário - área administrativa 2+CR
PA analista judiciário - área judiciária - especialidade de execução de mandado  3
  técnico judiciário - especialidade segurança e transporte 1
  técnico judiciário - área administrativo 2+CR






























  analista judiciário - área judiciária CR
  analista judiciário - área administrativa 1
PA analista judiciário - área judiciária - especialidade de execução de mandado  2
  técnico judiciário - área judiciária 1


































  analista judiciário - área judiciária CR
  analista judiciário - área administrativa CR
RR analista judiciário - área judiciária - especialidade de execução de mandado  CR
  técnico judiciário - especialidade segurança e transporte CR
  técnico judiciário - área administrativa CR



 

 































  analista judiciário - área judiciária CR
  analista judiciário - área administrativa CR
TO analista judiciário - área judiciária - especialidade de execução de mandado  1
  técnico judiciário - especialidade segurança e transporte 1+CR
  técnico judiciário - área administrativo CR



 

O concurso é destinado as cidades do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Maranhão, Roraima, Rondônia, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí e Tocantins. De acordo com o projeto básico, as inscrições custarão R$70 para o nível médio e R$90 para o nível superior. Apesar de muitos dados já terem sido informados na minuta do edital, o cronograma completo com a realização do concurso ainda não foi definido pelo órgão. 

 


Serão aplicadas provas práticas e objetivas


As provas objetivas para o nível superior serão compostas por questões de Conhecimentos Gerais e Específicos, além de Redação. Os candidatos a especialidade de taquigrafia realizarão prova prática. Já para os técnicos, serão aplicadas questões de Conhecimentos Gerais e Específicos. As disciplinas não constam do projeto básico. Os especialistas em segurança e transporte realizarão exames de capacidade física e os candidatos a especialidade de taquigrafia realizarão prova prática. 

 

Na seleção realizada em 2011, foram aplicadas questões de Língua Portuguesa, Noções de Informática, Direito Constitucional, Administração Pública, Noções de Gestão de Pessoas, Regimento Interno, entre outras. A organizadora responsável por este concurso foi a Fundação Carlos Chagas (FCC). De acordo com o órgão, durante a validade do concurso, mais de mil candidatos foram nomeados. A validade do concurso, que era de dois anos e podia ser prorrogada por mais dois, já está encerrada.

 

O Tribunal Regional Federal é a segunda instância da Justiça Federal. A 1ª Região compreende os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins, além do Distrito Federal. 

Notícias

Neste espaço você encontrará notícias mais atualizadas sobre concursos públicos, processos seletivos, vagas de estágio e vagas de emprego, na forma de notícias, artigos, editais e orientações de preparação.